Síria: Salameh Kaileh preso

Do Serviço Noticioso Um Mundo A Ganhar (SNUMAG) de 23 de Abril de 2012, aworldtowinns.co.uk

Salameh Kaileh, um conhecido marxista árabe e activista político da Palestina que vive na Síria, foi preso pelo regime de Assad na noite de 23 de Abril. A notícia foi dada por Nahed Badawiye, uma ex-presa política e sua ex-esposa que estava com ele nessa altura mas que neste momento não está sob custódia. Aparentemente, não foi feito nenhum anúncio público e neste momento nada mais se sabe. As forças de segurança de Bashar al-Assad têm detido activistas e membros da oposição de todo o espectro político, por vezes sem um padrão discernível de oportunidade ou objectivo.

Kaileh esteve encarcerado durante oito anos no início dos anos 90. Desde então, foi-lhe recusada por diversas vezes autorização para deixar a Síria e também foi proibido de reentrar no país em mais de uma ocasião. Esteve presente na conferência “O Médio Oriente e o Norte de África – Perspectivas para a Revolução” em Paris em Maio de 2011, em que estiveram presentes oradores com diversos pontos de vista, entre os quais o comunista sírio Hassan Chatila; a activista iraniana Shahrzad Mojab, da Universidade de Toronto; Adel Thebat do Partido Comunista dos Operários da Tunísia (PCOT) e Raymond Lotta, redactor do jornal Revolution/Revolución, órgão do Partido Comunista Revolucionário, EUA. Fonte de informação deste serviço noticioso, ele deu-nos uma entrevista citada no SNUMAG de 13 de Fevereiro de 2012.

Salameh Kaileh é conhecido como opositor do regime e da intervenção estrangeira, como activista que defende a revolta do povo sírio e como defensor de perspectivas mais radicais para o movimento na Síria e na região.