Do Serviço Noticioso Um Mundo A Ganhar (SNUMAG) de 3 de Julho de 2006, aworldtowinns.co.uk

Governo indiano tenta bloquear página na internet da People’s March

O acesso à página na internet da People’s March (A Marcha do Povo, www.peoplesmarch.com), uma revista mensal maoista indiana com muitos anos de existência, está bloqueado desde meados de Junho, aparentemente pela empresa que aloja a página, a pedido do governo indiano.

Em Maio, o Ministério do Interior ameaçou dar instruções aos fornecedores de serviços internet para bloquearem “certas páginas com conteúdos pró-maoistas/naxalitas”. Pouco depois, o Ministério das Comunicações e Tecnologia escrevia a um fornecedor de serviços internet avisando-o que a página da People’s March, “que está sob vosso controlo, aloja conteúdos antinacionais. Devemos alertá-lo que alojar esse tipo de página é punível por lei.” A página foi fechada poucas semanas depois.

Segundo o diário indiano The Hindu (17 de Junho), que cita “fontes governamentais”, “O Centro (governo central) encarou seriamente a página depois de uma edição de Março da People’s March ter sido inteiramente dedicada ao movimento na região de Dandakaranya, no Estado do Chhattisgarh. Os autores de vários dos artigos tinham criticado duramente a ‘Salwa Judum’.” A Salwa Judum é uma criminosa ofensiva de contra-insurreição desencadeada pelo governo do Estado do Chhattisgarh. Envolve ataques de esquadrões paramilitares da morte a aldeias e o forçar de famílias inteiras para aldeias estratégicas próximas das estradas de modo a restabelecer o controlo sobre os camponeses e a separá-los dos guerrilheiros dirigidos pelo Partido Comunista da Índia (Maoista).

Para ler a edição em questão e outros números da People’s March, uma nova página está agora a funcionar em: peoplesmarch.googlepages.com.

As subscrições por correio electrónico da edição online da revista podem ser obtidas através de:

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.