Do Serviço Noticioso Um Mundo A Ganhar (SNUMAG) de 20 de Julho de 2009, aworldtowinns.co.uk

Bangladesh: Sobre a morte do Camarada Arun

O Partido Purba Bangla Sarbohara (PBSP-CC), do Bangladesh, anunciou que Sultan Hafiz (conhecido como camarada Arun), que foi um revolucionário maoista toda a vida, morreu a 5 de Julho de 2009 de doença cardíaca e após um longo período de padecimento. Com 59 anos no momento da morte, o camarada Arun lutou incansavelmente durante muitas décadas pela causa do comunismo e nunca abandonou esse objectivo, apesar de todas as dificuldades. Ele era conhecido e amado pela sua forte ligação às massas populares e pela sua abnegada dedicação à emancipação das massas, como combatente determinado contra o imperialismo, a reacção e o revisionismo e como firme internacionalista proletário e apoiante do Movimento Revolucionário Internacionalista.

Recebemos da Agência Internacional do Comité Central do PBSP a seguinte informação sobre o camarada Arun, bem como uma expressão do mais profundo pesar do partido:

“Nasceu numa família da classe média em 1950. Quando era estudante de engenharia agrícola na Universidade de Agricultura do Bangladesh, em Mymensingh, aderiu em 1970 ao movimento maoista como revolucionário profissional. Manteve essa situação até à morte dele.”

“Foi um proeminente líder do PBSP/BD durante os anos 80 e 90. Em 1999, quando o PBSP se dividiu, saiu para formar o MPK. Mas o MPK acabou por se extinguir. Entretanto, ele foi seriamente atacado por uma doença cardíaca. Apesar da grave enfermidade física, ele continuou a actuar como revolucionário maoista profissional. E combateu heroicamente a sua enfermidade.”

“Erguamos a bandeira do nosso partido a meia-haste – em honra do camarada Arun”.