Comemorando o 1º de Maio e o Centenário da Revolução de Outubro

Este 1º de Maio, para além do tradicional desfile em Lisboa entre o Martim Moniz e a Alameda, Lisboa viu também aparecerem nas suas paredes cartazes de grandes dimensões em stencil sobre papel cenário ou pequenos cartazes em fotocópia, colados ao longo da Avenida Almirante Reis e celebrando o 100º Aniversário da Revolução Bolchevique que colocou no poder o primeiro estado socialista na história. Para além de marcarem o Dia do Trabalhador, os cartazes recordam sobretudo a figura do dirigente revolucionário soviético V. I. Lenine, com uma foto dele e versos do poeta revolucionário russo Vladimir Maiakovski que lhe são dedicados.

É tempo

de lançar de novo ao vento

as ideias de Lenine

Não nos

derramaremos

num charco de lágrimas;

Lenine está agora

mais vivo do que todos os vivos.

(Maiakovski)