Natal no Iraque Comunicado do Colectivo Mumia Abu-Jamal (cmaj@mail.pt):

Natal 2004 sob a «democracia» norte-americana

Bombas, morte e petróleo de braço dado andam à solta no Iraque

Para impor o controle das fontes de energia, os terroristas dos EUA invadem, destroem e ocupam o Iraque. A morte e a dor é uma realidade dura que jamais podemos imaginar que se verifica no dia a dia no Iraque, a mando da democracia norte-americana. São crianças, mulheres e homens indefesos assassinados impunemente pela máquina de guerra do império. Um silêncio ensurdecedor paira sobre o planeta. Não podemos calarmo-nos perante os horrendos crimes, contando com largas dezenas de milhares de mortes entre os iraquianos, somando-se a destruição de todo o pais.

Reagir neste clima de hipocrisia global, assumindo a denúncia da cruzada ocidental e dos seus desígnios terroristas. Denunciar e repudiar por todos os meios os crimes em curso passa por boicotar a super-potência e os seus apoios que subsidiam a guerra imperialista.

É imperioso boicotar os produtos americanos.

Fim a ocupação do Iraque!

Solidariedade com os povos vítimas do terror imperialista!

(Junta-se o cartaz da árvore letal! Divulga por todos os meios ao teu alcance.)

Dezembro de 2004 - CMA-J