A DEMOCRACIA BURGUESA E A DITADURA DO PROLETARIADO

V. I. Lenine

I CONGRESSO DA INTERNACIONAL COMUNISTA

(2 a 6 de Março de 1919)

4. DISCURSO DE CONCLUSÃO NO ENCERRAMENTO DO CONGRESSO
6 de Março

Se nós conseguimos reunir-nos apesar de todas as dificuldades e perseguições policiais, se conseguimos, sem divergências substanciais, tomar em pouco tempo importantes decisões acerca de todas as questões palpitantes da actual época revolucionária, isso foi graças ao facto de que as massas proletárias de todo o mundo colocaram praticamente todas essas questões na ordem do dia pelas suas acções e começaram a resolvê-las praticamente.

Nós apenas tivemos que registar aqui aquilo que as massas já conquistaram na sua luta revolucionária.

Não apenas nos países da Europa Oriental mas também da Europa Ocidental, não apenas nos países vencidos mas também nos países vencedores- como, por exemplo, a Inglaterra, - o movimento a favor dos sovietes estende-se cada vez mais, e esse movimento não é senão um movimento com o objectivo de criar uma nova democracia, proletária - ele é o mais significativo passo em frente para a ditadura do proletariado, para a vitória total do comunismo.

Que a burguesia de todo o mundo continue a enfurecer-se, que ela desterre, encarcere, assassine mesmo os spartakistas e os bolcheviques - tudo isso já não a ajudará. Isso servirá apenas para esclarecer as massas, para as libertar dos velhos preconceitos democrático-burgueses e para as temperar na luta. A vitória da revolução proletária em todo o mundo está assegurada. Está próxima a fundação da república soviética internacional.